Regeneração e Renovação

Artigo exibido: 3386 vezes

Título: A Regeneração e a Renovação do Espírito Santo - Simbolizados pelo Altar e a Pia de Bronze

O Senhor Deus ordenou a Moisés que construísse o Tabernáculo. Várias peças também foram feitas e entre elas queremos mencionar duas: o Altar e a Pia de Bronze. Assim lemos: “Fez também o Altar do Holocausto de madeira de acácia... e cobriu-o de bronze” (Ex 38: 1,2); “Fez também a Pia de Bronze em a base de bronze, dos espelhos das mulheres...” (Ex 38:8). O Altar de Bronze, também chamado de Altar dos Holocaustos o primeiro a ser encontrado por aqueles que entravam no Tabernáculo. Em seguida vinha a Pia de Bronze. Isso nos ensina que ninguém pode chegar à Pia de Bronze sem passar primeiro pelo Altar de Bronze. E qual é o significado deles? O Altar de Bronze, por ser o primeiro, simboliza o Calvário, onde o Senhor Jesus deu a Sua vida por nós. Ele nos fala de perdão, reconciliação com Deus e salvação. A Pia de Bronze, onde o sacerdote lavava as mãos e os pés, nos fala do Espírito Santo e da Palavra de Deus: a água simboliza o Espírito Santo e a pia a Palavra de Deus. O Altar de Bronze representa a regeneração e a Pia de Bronze a renovação. Vamos ver como a Palavra de Deus nos apresenta essas duas coisas.

A) O Altar de Bronze

1) O Novo Nascimento: “Regeneração do Espírito” (Tt 3:5). O que vem a ser isso? O Novo Nascimento que o Espírito de Deus realiza nas pessoas. Os pecadores são regenerados: “Deus ... nos regenerou para uma viva esperança...” (I Pd 1:3). O espírito humano que estava morto em pecados (Ef 2:1) volta a viver para Deus. Quem experimenta isso, encontrou o Altar de Bronze onde seus pecados foram julgados em Cristo.

2) Cristo Morre pela Igreja: “Cristo amou a Igreja e a Si mesmo Se entregou por ela” (Ef 5:15). A Igreja, o Corpo de Cristo, formado de muitos membros, são os que nasceram de novo. Ele Se entregou por eles, morrendo na Cruz.

3) O Banho de Corpo Inteiro: “Respondeu-lhe Jesus: Aquele que se banhou não necessita lavar senão os pés, pois no mais está todo limpo; e vós já estais limpos, mas não todos” (Jo 13:10). Jesus está reunido com Seus discípulos e começa a lavar os pés deles. Pedro recusa, e Jesus lhe diz que era necessário. Pedro então Lhe pede para lavar as mãos e a cabeça e recebe a resposta que está escrito no texto acima. Isso significa que todo aquele que passou pelo Altar de Bronze, a obra do Senhor no Calvário, já está todo limpo. Quando o Senhor disse que “nem todos” estavam limpos, Ele Se referia a Judas, que não era convertido. “Aquele que se banhou” é aquele que nasceu de novo de uma vez para sempre. Isso não se repete.

4) Santificação Definitiva: “É nessa vontade dEle que temos sido santificados pela oferta do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez para sempre” (Hb 10:10). Os que crêem foram santificados de uma vez para sempre. A idéia principal da santificação é separar, por à parte. Quando alguém nasce de novo ele é separado desse mundo pelo Espírito Santo. Não se trata de mudança interior na pessoa.


B) A Pia de Bronze

1) A Transformação Diária: “A Renovação do Espírito Santo” (Tt 3:5). Paulo nos ensina que o Espírito Santo não só nos regenera, mas também nos renova. O regenerar é definitivo e o renovar é progressivo. Essa operação do Espírito Santo na vida do crente é simbolizada pela Pia de Bronze. Ela continha água e era usada para os sacerdotes lavarem as mãos e os pés. Pedro quis que Jesus lhe lavasse o corpo inteiro, mas Ele respondeu que não era necessário senão os pés. A renovação do Espírito é realizada através da Palavra de Deus. O ponto seguinte esclarece isso.

2) O Espírito e a Palavra: “... purificando-a pela lavagem da água pela Palavra” (Ef 5:26). O Senhor Jesus Se entregou pela Igreja, mas Ele deseja purificá-la também. Isso será realizado através da Pia de Bronze (a Palavra de Deus) e a Água (o Espírito Santo). Aliás, a Pia de Bronze foi feita com os espelhos das mulheres (Ex 38:8). A finalidade do espelho é revelar a nossa imagem. Tiago compara a Palavra de Deus com um espelho ao dizer: “se alguém é ouvinte da Palavra e não cumpridor, é semelhante ao homem que contempla no espelho o seu rosto natural...” (Tg 1:23). A Palavra e o Espírito Santo revelam nossa condição.

3) O Banho Parcial: “Aquele que se banhou não necessita lavar senão os pés...” (Jo 13:10). O Espírito Santo e a Palavra ( a Água e a Pia) são dois meios para lavar os nossos pés. Ainda temos contato com a imundícia desse mundo, mas a contaminação é superficial. Na essência do nosso ser já fomos purificados. A mudança interior principal já foi realizada: nascemos de novo ou de cima (Jo 3:3), nascemos de Deus (Jo 1:13). Essa purificação não é para termos parte em Cristo, e sim para termos parte com Cristo (Jo 13:8). Não ter parte em Cristo significa não ter nascido de novo, não fazer parte de Seu Corpo que é a Igreja. Mas não ter parte com Cristo significa não ter parte com Ele em Seu reinado no Milênio. Essa obra do Espírito é realizada em nós e é ela que nos tornará dignos de reinar com Cristo no Milênio.

4) Santificação Progressiva: “Pois com uma só oferta tem aperfeiçoado para sempre os que estão sendo santificados” (Hb 10:14). Aqui nos é dito que os crentes estão sendo santificados, enquanto no v.10 diz que foram santificados. A santificação aqui é progressiva, contínua. A santificação figurada no Altar de Bronze indica a nossa posição e a relacionada com a Pia de Bronze com a nossa experiência. É no sentido de experiência e tendo em vista o Reino com Cristo, que Paulo declarou: “Segui... a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hb 12:14). Todo filho de Deus que não cooperou com a obra do Espírito em renová-lo, lavando seus pés com a lavagem da Palavra, que é o banho parcial, não poderá ver o Senhor Jesus no Seu Reino. “Aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode ver o Reino de Deus” (Jo 3:5).

Todos os que estão em Cristo Jesus , são novas criaturas. Essa é a nossa posição, não a nossa realidade. Nossa posição não muda, nem se abala. Sua base é a morte do Senhor Jesus por nós. Todavia, precisamos da obra do Espírito em nós. Isso é a experiência que realmente muda nossa condição. É o Fruto do Espírito, o caráter de Cristo reproduzido em nós. Cooperemos com o Espírito Santo em Sua Tarefa de nos moldar na imagem do Senhor Jesus.

Autor: Delcio Meireles


Saiba mais...
A Salvação da Alma
Oração é o Trabalho Básico na Salvação de Almas
Regeneração e Renovação
Sete Testes da Autenticidade Cristã