O Caminho que Funciona

Artigo exibido: 3372 vezes

Há pouco tempo atrás, no encerramento do seu ministério, um conhecido ministro foi questionado sobre o que tinha aprendido da vida. Ele disse que dos seus próprios fracassos, da confiança em inumeráveis homens e mulheres, da sua observação pessoal, dos negócios nacional e internacional, a coisa excepcional que aprendeu foi esta: “A vida só funcionará por um caminho, e este é o caminho de Deus”. Deus o fez assim. Todos os outros caminhos têm do outro lado uma barreira com um aviso que diz “Rua Sem Saída”. Se você transpuser a barreira há um precipício.

Isto é exatamente o que milhares de pessoas estão descobrindo por si mesmas. Elas escalaram a barreira e atravessaram o precipício do descontentamento, insatisfação, frustração, colapso mental ou nervoso, vida infeliz no lar, desorientação, medo, ou alguma outra das numerosas conseqüências da vida sem Deus. Quando Jesus disse: “Eu sou o Caminho”, Ele estava dizendo a simples verdade. Todos os demais caminhos têm um precipício no final.

Jesus nunca tentou enfiar religião goela abaixo de ninguém, simplesmente porque sabia que isto não pode ser feito. Você não pode mais enfiar religião goela abaixo de uma pessoa do que você pode enfiar um punhado de ar fresco goela abaixo de alguém que parou de respirar. O que Ele fez foi isto. Ele disse coisas de tal forma que a pessoa que estava realmente pensando, e realmente querendo realidade, viu que o que Ele disse era verdade. Alguma coisa dentro delas dizia, “Sim, é certo. É como a vida funciona”.

Ele sabia que entre os Seus ouvintes havia alguns que não estavam prontos para a verdade; ainda não podiam recebê-la. Havia outros que não a queriam, e todos os argumentos do mundo não poderiam persuadi-los. Mas havia outros que Ele chamava de “corações bons e honestos” que estavam absolutamente prontos para aceitar a verdade se e quando eles a reconhecessem. Ele falou de tal forma que estes que estavam prontos \'viam\' que o que Ele falava era verdade, e o resto ou não via nada, ou, se o que Ele dizia interferia em seus próprios interesses, ficavam bravos. Quando Ele dizia o que tinha que dizer, não tentava impor, Ele simplesmente dizia “Aquele que tem ouvidos para ouvir, que ouça”, e seguia no Seu caminho.

O resultado era que muitos daqueles que O ouviam ficavam maravilhados, porque falava com um tipo de autoridade que era bastante diferente daquela dos seus líderes religiosos. Não era uma autoridade que era imposta sobre eles exteriormente, mas uma autoridade que apelava para alguma coisa dentro deles que parecia saber que Ele estava certo. Mesmo se, como era algumas vezes o caso, eles não vissem de uma vez que Ele estava certo, Ele falava de tal forma que eles poderiam facilmente provar se estava certo ou não, ou pelo observar a vida dos outros, ou pelo pôr em prática o que Ele ensinava e ver se aquilo funcionava.

Eles não podiam fazer isto com os seus líderes religiosos os quais imporiam sobre eles toda sorte de regras e regulamentos que tinham pouco, se é que tinham, a ver com os negócios cotidianos da vida. Mas Jesus diria coisas como estas: “Você pode tomar um de dois caminhos na vida; pode ir pelo caminho de Deus, ou pode ir pelo seu próprio caminho. Se você for pelo seu próprio caminho, entrará por uma porta larga; você a achará muito fácil de entrar, e a princípio o caminho parecerá largo e espaçoso. Mas você vai descobrir, ao andar nele, que ele vai se estreitando, mais e mais, e no final será um desastre. Se você tomar o caminho de Deus terá que entrar por uma porta estreita e se achará no que parece um caminho apertado. Mas quando você vai em frente descobrirá que se alarga mais e mais até que por fim você encontrou Vida em seu mais pleno significado”.

Não somente há milhares de pessoas provando que o que Ele disse sobre o caminho “espaçoso” é verdade, mas há milhares provando que o que Ele disse sobre o caminho “apertado” também é verdade. De fato ele não é apertado. Ele somente é apertado no sentido de que é um e único caminho no qual a vida pode funcionar. Mas você não pode reclamar dele. Há somente uma forma pela qual seu carro pode funcionar. Você me chamaria de limitado se dissesse que você deve pôr somente gasolina no tanque e óleo no cárter? Você me chamaria de limitado se eu o recomendasse que apenas girasse a chave quando quisesse ligar o carro e não pusesse o pé no acelerador se quisesse que o carro parasse? Você diria furiosamente que não seria constrangido por todas estas regras; que poria o que você quisesse no tanque de gasolina; e pisaria qualquer pedal que escolhesse quando quisesse parar? Com certeza você não o diria. Você sabe que o carro só pode funcionar de uma forma, e se você quer estar livre para desfrutar de todos os benefícios você deve seguir a única forma na qual foi feito para funcionar. Se lhe fosse permitido colocar qualquer coisa que você quisesse no tanque e apertar ou puxar qualquer botão ou pedal indiscriminadamente, logo descobriria que não estaria livre para desfrutar de todos os benefícios do carro e que a sua vida seria restringida até uma paralisação.

Jesus nos disse que há somente um caminho no qual a vida funciona do modo como ela foi destinada. Este caminho é o Seu caminho. Você não tem que aceitá-lo. Você está livre para ir pelo seu próprio caminho se achar que é melhor. “Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça”. Se isto significa um absurdo para você, vá pelo seu próprio caminho, finalmente você descobrirá se Ele estava certo ou não. Com certeza o perigo é que você poderá descobrir tarde demais. Talvez se você der uma honesta olhada em sua própria vida e na vida de outras pessoas que você conhece comece a tornar-se claro para você que Ele devia estar certo afinal de contas. Eis outra coisa que Ele disse: “Procure, e você encontrará”.

Autor: David Tryon
Extraído da revista O Vencedor


Saiba mais...
A Escolha que Confrontou Adão
A Queda do Homem
Evangelho - A Boa Nova
Há um Deus?
Justificação
Não Estou Salvo!
Nascer de Novo
O Caminho que Funciona
O Evangelho: Crer e Obedecer
O Homem Certo Ao Nosso Lado
O Medo de Crer
Sete Evidências do Novo Nascimento
Um Deus Justo e Salvador
Você é da Família de Adão ou da Família de Cristo?