Co-Herdeiros com Cristo

Artigo exibido: 61 vezes

Co-herdeiros com Cristo. - Romanos 8:17

Os infinitos domínios do universo do Pai são, por direito prescribente, de Cristo. Como “herdeiro de todas as coisas” (Hebreus 1.2), o Senhor Jesus é o único proprietário de toda a criação de Deus. Ele nos permitiu afirmar que todo o mundo nos pertence por causa do título de co-herdeiros que o Senhor Jesus ratificou com o seu povo eleito. As ruas de ouro do Paraíso, as portas de pérola, o rio da vida, as bênçãos transcendentes e a glória indescritível nos são outorgadas, por nosso bendito Senhor, como possessão eterna. Tudo o que o Senhor Jesus possui Ele compartilha com o seu povo. A coroa real Ele colocou na cabeça de sua igreja, designando-lhe um reino e chamando seus filhos “sacerdócio real” (1 Pedro 2.9). Ele tirou de si a coroa, a fim de que fôssemos coroados de glória. Ele não sentaria em seu próprio trono até que tivesse obtido um lugar nele para todos os que vencem no seu sangue. Coroado o Cabeça, todo o corpo compartilha da honra. Vejam, esta é a recompensa de todo crente vencedor! O trono, a coroa, o cetro, o palácio, o tesouro, as vestes e a herança de Cristo – todos são nossos. Muito superior à desconfiança, ao egoísmo e à ganância -que não trazem vantagem àqueles que o praticam – o Senhor Jesus considera a sua felicidade completa por compartilhá-la com o seu povo. “Eu lhes tenho transmitido a glória que me tens dado” (João 17.22); “Tenho-vos dito estas coisas para que o meu gozo esteja em vós, e o vosso gozo seja completo” (João 15.11).

Os sorrisos do Pai são mais doces para Jesus, porque seu povo compartilha deles. As honras do reino de Cristo são mais agradáveis, porque o seu povo aparece com Ele, em glória. As conquistas do Senhor Jesus Lhe são mais valiosas, porque ensinaram o seu povo a vencer. Ele se deleita em seu trono, porque ali existe um lugar para o seu povo. O Senhor Jesus se regozija com suas vestes reais, porque as orlas delas são estendidas sobre os seus discípulos. Ele se deleita muito mais em seu gozo, porque convida os crentes a entrarem nesse gozo.

Autor: C.H.Spurgeon
Extraído do blog Voltemos ao Evangelho do Ministério Fiel