Conhecer a Cristo

Artigo exibido: 4059 vezes

Disse-lhes Jesus: Estou há tanto tempo convosco e não me tendes conhecido... João 14:9 

É da maior importância para os filhos de Deus, reconhecerem plenamente que, acima de todas as coisas, seu alvo é que eles devem conhecê-Lo. Este é o fim que governa todos os Seus tratamentos conosco. Esta é a maior de todas as necessidades.

Nossas mentes estão freqüentemente ocupadas com reuniões e trabalhos. Achamos que fazer coisas para o Senhor é o principal alvo da vida. Estamos preocupados com a nossa vida de trabalho, nosso ministério. Pensamos em nos equipar por meio do conhecimento de coisas. Ganhar almas, ensinar os crentes, ou levar pessoas a trabalhar, são a prioridade. O estudo da Bíblia e o conhecimento das Escrituras, junto com a eficiência em liderar obras cristãs, são o fim em vista e as questões de tremenda importância para todos.

Tudo isso é muito bom, porque essas são questões importantes; mas, antes de tudo isso, o Senhor está mais interessado em que O conheçamos mais do que todas essas coisas. É muito possível ter uma maravilhosa compreensão das Escrituras, uma ampla e íntima familiaridade com as doutrinas; estar firme nas verdades fundamentais da fé, ser um incansável obreiro no serviço cristão; ter uma grande devoção pela salvação dos homens, e mesmo assim ter um conhecimento pessoal e íntimo de Deus inadequado e limitado. Muitas vezes o Senhor tem que tirar nosso trabalho para que possamos descobri-Lo. O valor supremo de todas as coisas não é a informação que damos, nem a quantidade de trabalho que fazemos, nem a medida da verdade que possuímos, mas apenas o fato que conhecemos ao Senhor de uma maneira profunda e poderosa.

Isto é o que permanecerá quando todas as coisas passarem. É isso que ficará de nosso ministério quando tivermos partido. Embora possamos ajudar outros de muitas maneiras e por muitos meios no tocante à vida terrena deles, nosso verdadeiro serviço a eles tem como base o nosso conhecimento do Senhor.

O Maior dos Problemas da Vida Cristã é o Problema da Direção
Queremos instruções e ordens, mas o Senhor quer que tenhamos uma mente. 'Tende esta mente em vós', 'Nós temos a mente de Cristo'. Cristo tem uma consciência, e pelo Espírito Santo Ele dará e desenvolverá em nós essa consciência (percepção). A afirmação inspirada é que 'Sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas'. Nós não somos servos; somos filhos. Ordens, como esta, são para servos, e mente é para filhos.

Existe um terrível estado de coisas entre o povo de Deus hoje em dia. Muitos deles têm suas vidas quase inteiramente naquilo que é externo para si mesmos, no aconselhamento e direção, sua manutenção e sustento, sua liderança, seus meios de graça. É muito raro uma inteligência espiritual, pessoal e interior. Não é de se admirar que o inimigo tenha tanto sucesso nos enganos e falsas representações. Nossa maior segurança contra tais coisas será um profundo conhecimento do Senhor através da disciplina.

Imediatamente procuramos por coisas que alcançamos, tais como: experiências, sensações, provas, evidências, manifestações e assim por diante, nos expondo a uma realidade perigosa onde Satanás pode dar uma falsa conversão, um falso 'batismo no Espírito', uma falsa evidência e direção como as que são encontradas no espiritismo.

Conhecer o Senhor de modo real, significa constância quando outros são levados - constância através de tempos de provação feroz. Aqueles que conhecem o Senhor não colocam suas próprias mãos, tentando realizar coisas. Esses são cheios de amor e paciência, e não perdem seu equilíbrio quando tudo parece estar se desintegrando. Confiança é um fruto essencial e inevitável desse conhecimento, e naqueles que O conhecem há uma força tranqüila e repousante, que manifesta uma grande profundidade de vida.

Para finalizar deixe-me mostrar que em Cristo 'estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento', e a vontade do Senhor para nós é chegarmos a uma realização contínua de crescimento e apreciação pessoal dEle, em Quem habita toda a plenitude.

A falta desse conhecimento real do Senhor tem provado ser o fator mais trágico na história da Igreja.

Cada novo surgimento de uma condição anormal tem mostrado a terrível fraqueza entre os cristãos, por causa dessa falta. Ondas de erros, o balanço do pêndulo para alguma nova aceitação popular, uma grande guerra com seus horrores e variados testes de fé; tudo isso tem varrido multidões e os deixado em ruína espiritual.

Essas coisas estão sempre por perto, e escrevemos esta mensagem para persuadir o povo do Senhor a ter tratos bem definidos com Ele, para que Ele possa tomar todas as providências no sentido de que eles possam conhecê-Lo.

Autor: T. Austin-Sparks

'E esta é a vida eterna, para que eles possam conhecer a Ti o único Deus verdadeiro e a Jesus Cristo a quem Tu enviastes.' João 17:3

'Para que eu possa conhecê-Lo, e o poder da Sua ressurreição, e a comunhão dos Seus sofrimentos, sendo conformado na Sua morte; para ver se de alguma maneira posso chegar à ressurreição dos mortos.' Filipenses 3: 10-11.


Saiba mais...
A Principal Ocupação de um Discípulo
Conhecer a Cristo
Eu, Discípulo?
O Fruto da Vida Crucificada
O Grande Prêmio
O Mistério da Piedade
O Verdadeiro Discipulado Cristão
Seguindo a Deus de Perto
Tomando a Cruz
Tornando-se um Discípulo
Verdade e Liberdade