Iniciativa da Inspiração Espiritual

Artigo exibido: 3504 vezes

'Levante-se de entre as mortos.' - Efésios 5.14.

Nem toda iniciativa é inspirada. Alguém pode dizer-lhe: 'Anima-se; agarre pelo pescoço essa sua falta de interesse pela obra, lance-a ao mar e vá em frente!' Isso não passa de iniciativa humana. Mas quando é o Espírito de Deus que vem e nos diz: 'Anime-se' aí não temos dúvida de que a iniciativa é inspirada.

Todos nós temos um sem número de sonhos e ideais quando somos jovens; mas, mais cedo ou mais tarde, descobrimos que não temos condições para realizá-los. Não conseguimos fazer as coisas que ansiamos fazer, e podemos até nos acomodar considerando-os anseios mortos. Ai Deus tem que vir e dizer: 'Levanta-te de entre os mortos.' E quando a inspiração de Deus chega mesmo, vem com tal poder que podemos nos levantar de entre os mortos e realizar até o impossível. O mais impressionante na iniciativa espiritual é que esse reviver surge depois que 'nos animamos'. Deus não nos dá a vida vitoriosa; Ele nos dá vida à medida que vamos vencendo. Quando a inspiração de Deus vem e Ele diz: 'Levanta-te de entre os mortos!' temos que nos levantar; não é Deus quem nos levanta. O Senhor disse ao homem da mão ressequida: 'Estende a tua mão', e ­assim que o homem o fez, sua mão foi restaurada; mas ele teve que tomar a iniciativa. Se nos dispusermos a vencer, devemos verificar se a iniciativa foi inspirada por Deus; e a prova é que, simultaneamente, Ele nos dá vida.

Autor: Oswald Chambers
Extraído do Livro Tudo para Ele. Lição do dia 16 de Fevereiro

PSD 30072010